1912
Criação da SNC Porcher pelos irmãos Rémy e August Porcher – Tecelagem especializada na fabricação de tecidos de seda natural na região de Lyon, França.
1948
Criação da Porcher Têxtil e da Porcher Tissages por Robert Porcher (filho de Rémy Porcher). Nos anos quarenta fabricava tecidos de nylon para pára-quedas.
1950
Começo da produção de tecidos técnicos de vidro na França.
1976
Criação da subsidiária Porcher do Brasil no dia 08/Julho/1976.
1980
Aquisição da empresa Chavanoz Industrie (França). E início das atividades fabris na Porcher do Brasil. 1983: Criação do escritório de vendas na Grã Bretanha.
1984
Aquisição da Griffendux (França) e criação do escritório de vendas na Alemanha.
1985
Início da produção de telas de reforço (grelhas) na Porcher do Brasil.
1986
Criação do escritório em Hong Kong.
1987
Aquisição da usina de Sovoutri (França).
1988
Aquisição da unidade de tecidos de vidro da Burlington Glass Fabrics (BGF), hoje com sede em Greensboro, Carolina do Norte, Estados Unidos. E início da produção de fios de vidro recoberto com borracha (fios aderisados) para correias sincronizadoras no Brasil.
1989
Aquisição da Nebon Carle – Vassoiles (NCV), França.
1992
BGF adquire certificação ISO 9002.
1994
Criação do escritório de vendas em Moscou.
1996
Criação da Shangai Porcher Industries (SPI) em Shangai, China e criação do escritório de vendas na República Tcheca.
2001
Aquisição de nova fábrica na França (Les Grand Lemps).
2002
Ampliação da tecelagem no Brasil com aquisição de teares a jato de ar.
2005
A matriz é re-estruturada em cinco Unidades de Negócios: Automotivo, Construção & Industrial, Compósitos, Eletrônicos e Esportes.
2006
Implantação da unidade de produção de Fios Retorcidos (vidro e poliéster) para isolamento elétrico no Brasil.