Um século de experiência

www.porcher-ind.com | www.bgf.com

O Grupo Porcher logo estará completando um século, e continua produzindo artigos de classe global. Desde o início com a produção de seda, o Grupo tem, de forma consistente, antecipado avanços em tecnologia e na área industrial, mantendo-se numa posição de destaque no decorrer dos anos. Um pioneiro no setor têxtil na década de 50 e dedicando-se a expansão internacional nos anos 80, o grupo tem investido continuamente seus recursos para se manter a frente das necessidades do mercado e das expectativas de clientes com atuação mundial.

Números chaves do grupo (total):
>> Aproximadamente 2200 funcionários;
>> 5 Unidades de Negócios;
>> 12 unidades fabris todas com Certificação ISO 9000;
>> 6 escritórios pelo mundo;
>> 2 centros de Pesquisa & Desenvolvimento (França e Estados Unidos);
>> Mais de 300 Milhões de Euros em faturamento.

Nos anos 90 o Grupo Porcher estava organizado em cinco divisões:
>> French Glass Division – Porcher Textile - duas fábricas em Badinières (Isère/França);
>> American Glass Division – BGF Industries – três fábricas e um centro de pesquisa;
>> Asia Glass Division – Porcher Shanghai Industries;
>> Divisão de Reforços – Chavanoz, Sovoutri e Porcher do Brasil;
>> Divisão de Têxteis Técnicos – Nebon Carle-Vassoilles, Griffendux e Bucol (todas na França) ;

Breve histórico sobre a origem de algumas das Empresas ajudaram a formar o Grupo Porcher de hoje:

NCV – Nebon Carle and Vassoilles - França
Empresa com excelente reputação em tecidos técnicos para os seguintes setores: Automotivo (tecidos para airbags), artigos para Proteção e efeito barreira (calor/intempéries, fogo, produtosquímicos, proteção balística), tecidos sintéticos para fitas

impressoras, fundos de indução,tecidos emborrachados e tecidos para segmento esporte/lazer (velas de barcos, tecidos para pára-quedas e pára-pentes). Possui tecelagem moderna e diversas opções de processos de acabamento (estamparia, laminação e acabamentos especiais).

Usina de Badinières - França
Moderna tecelagem de tecidos de vidro e sintéticos. Atualmente é a sede social do Grupo Porcher na França.

CHAVANOZ - França
A empresa “Moulinage et Retordeire de Chavanoz” (Companhia de Torção e Rebobinagem de Chavanoz) foi criada em 1920 para produção de artigos sintéticos que tomaram lugar da seda natural, cuja industria entrou em declínio após a primeira guerra mundial (1914).

Nos anos 50 o novo desafio foi trabalhar com filamentos de vidra de vidro. E nos anos 60 lançaram a fibra Screenglass® (composta por filamento de vidro com acabamento especial) que se tornou referencia de proteção solar. Nasceu assim a tela (não tecida) ou “grelha” que em francês é chamada “grille” e “laid scrim” em inglês. Nos anos 80 esta empresa pertencia ao Grupo Rhône Poulenc e foi adquirida pelo Grupo Porcher, transformando-se em Chavanoz Industrie. Durante a década de 90 acelerou seu desenvolvimento com a montagem das máquinas para produzir as telas (grelhas) no Brasil e Grã-Bretanha.

BGF Industries – Estados Unidos
Sede localizada em Greensboro, Carolina do Norte.
A empresa Hess Goldsmith & Company nasceu nos Estados Unidos em 1885 e em 1947 começou a produzir tecidos de vidro.
Em 1956 a Burlington Industries foi incorporada a empresa, mantendo-se a produção de tecidos de vidro e de outros de alta performance. Tecidos utilizados em circuitos impressos, compósitos para a indústria aeronáutica e produtos para filtração dentre outros artigos.
Usina Sovoutri – La Voulte - França
Em 1987 o Grupo Porcher compra a usina de Sovoutri do Grupo Rhône Poulenc, a qual tinha linhas de produção/recobrimento de fios sintéticos e de vidro, modernizada a partir de 1990. Em 1991 transfere tecnologia de recobrimento com cloropreno para a Porcher do Brasil.
Brasil
Usina Porcher - Brasil
A unidade brasileira produz fios, tecidos técnicos e telas de reforço para aplicações industriais atendendo o mercado local e internacional.